Quem nos quer

terça-feira, 18 de agosto de 2009

55 dias...

Antes não havia esses sininhos que tocam todas as vezes que eu penso em você.
Antes não havia esse barulhinho bom que me faz coceguinhas nos ouvidos...
Antes não havia esse compasso acelerado no meu coração,
Esse bater de asas que se transforma o meu peito toda vez que toca o telefone (na expectativa de ser você me ligando).
Antes não havia essa calmaria, essa plenitude toda vez que ouço sua voz mansa me dizendo “Linda!”.
Antes não havia os delírios, devaneios, a inspiração, as fantasias...
Antes não havia essa inquietude...
Antes não havia os sorrisinhos que surgem do nada (do meu pensamento em você) ao longo do dia.
Antes também não havia essa saudade que me doe, até corroer a alma.
Antes não havia essa insegurança, essa angustia, esse medo de perder o que eu nem sei se tenho...
Antes não havia essa tristeza que me aparece de repente, assim sem motivo (é da tua ausência), assim sem aviso, assim sem querer..
Ah meu bem, antes eu não queria, me fechei aqui em meu mundinho pedindo a Deus para que trancasse a porta por fora.
Daí você sorriu e nada em mim me pertencia mais..
Ah lindo, antes tudo era difícil e eu achava que era fácil...
Agora tudo é tão confuso e se resume ao dia e a hora em que poderemos nos encontrar...
Antes não havia essa inconstância.
Antes não havia esse arrependimento de não me arrepender...

Flor

5 comentários:

adenilson disse...

e agora ?
....
lindo texto...

hehe abração
primeira vez aki
agora aguenta pq gostei e voltarei mais vezes
e tá convidad a vir no:

www.bocadekabide.blogspot.com

será mto bm vind lá...
até...

walter disse...

biazuuuuuuuuudaaaaaaaa...
2 blogs?? vixe!!! lindo texto vou lá na gu agora pra ela não ficar com ciume.

Uriálisson disse...

nem sei que adjetivo dar pra essa texto,tanto que ele se encaixa com coisas que ja senti e ainda sinto...mas apenas digo:lindo

adenilson disse...

quando atualizar gritee..
\o/
ótimo fds.
brigado pela força lá no blog.
grande abraço
e voltamos ao normal!
xD~

Raysla Camelo disse...

Arrependimente por não me arrepender...
Eu ando meio arrependida.
E, sim, tá dolorindo.