Quem nos quer

sábado, 14 de novembro de 2009

Um diálogo


Anita - Qual a diferença entre goiaba e araçá?
Cácia - Sei lá..
Anita - Cê lembra a gente vinha aqui todo domingo pra roubar manga e perdia as tardes aqui trepando no pé de araçá.
Cácia - Eu não trepava em nada!
Anita - Deixa de ser besta, trepar no sentido de subir, não de sacanagem. Você só pensa em sacanagem!
Cácia - Olha só quem fala...
Anita - Há.. Como assim, nem é.. Vocês viviam dizendo que eu ia ser a primeira a dar, e não fui. Viviam dizendo que eu ia ser a primeira a engravidar, e quem tem filho é Lola. Viu só..
Cácia - É, mas a que come homem, mulher e tudo mais é você. A que não passa dois dias sem foder que fica doida é você...
Anita - E você agüenta muito...
Cácia - Agüento. Já passei dois meses..
Anita -Subindo pelas paredes e não falava em outra coisa. Até pensei em te comer a força pra ver se você acabava com aquela ladainha.
Cácia - Eca!! Você não ousaria..
Anita - Eca, digo eu. Já disse que pra você e Lola não sobe, de jeito nenhum, não rola, não mela...
Cácia - Tá, tá, já entendi..
Anita - Mas bem que você ia gostar...
Cácia - Oxe, deus me livre!!!
Anita - Deus te livre, deus te livre... Só faltava a Lola aqui agora...
Cácia - É mesmo, ela faz falta aquela cachorra.
Anita - Não chama ela assim!
Cácia - Por que não? Cachorra, cachorrona, putona, igualzinha a você...
Anita - deixa ela chegar e conto do que você tá chamando ela.
Cácia - Deixa ela chegar e eu chamo na cara... Agora só quer saber de ficar pendurada nos beiços daquele namoradinho...
Anita - Ê ciúme é foda mesmo viu...
Cácia - Ciúme?! Oxente!! Tem nada disso. Só que antes era melhor, a gente fazia tudo juntas..
Anita - É, todo domingo trepadas no pé de manga, de araçá... comendo tomatada, bebendo o vinagre com sal do tempero.. Andando de braço grudado pela rua recebendo cantadas sujas e fingindo que nem ouvíamos... Bons tempos..
Anita – Lembra aquele cara, quando a gente tava indo pro campo? Um gordo que fica naquele boteco perto de Dorinha? Foi a melhor cantada que eu já recebi na vida...
Anita – “Lindas como as três Marias, pena que têm a idade do uísque que eu bebo”, nunca esqueci.
Cácia – Vixe, a gente tinha o quê, uns doze anos..
Anita – É, e quando eu inventei de ficar com o Manoel lá no campinho, aí não deu pra eu ir, e a Lola foi no meu lugar... hahahaha... posso imaginar a cara dele quando viu que era outra, mas deu uns amassos mesmo assim.. Lola até hoje reclama que ele beijava mal.. Ainda bem que eu não fui..
Cácia – É, mas agora ela só tem tempo pra’quele cara chato..
Anita - Ele não é chato...
Cácia - É sim, e eu sei que você também não gosta dele..
Anita - Então vamos separá-los! Vamos tocar o terror!! Vamos trazer nossa Lola pra perto de nós novamente...
Cácia - Não! Ela ama ele, ele ama ela, temos que reconhecer. É um pai pro filho dela. Mais pai do que aquele retardado escroto do Rafael...
Anita - Então como vai ser?
Cácia - Ah, é só esperar... A gente esperou por você..
Anita - Mas eu era diferente..
Cácia - Diferente como cara-pálida? Você era é pior, quase casou... Você só viva pendurada nos beiços de Marcelo, parecia que tinham colado vocês. Nunca aparecia nas nossas reuniões... Só queria saber de foder, trepar, trepar, trepar... parecia uma planta trepadeira.. Vê como ele ta gordo agora? Antes ele não engordava de tanto que você secava o rapaz...
Anita - Nem é... E era diferente... e gente casou sim, não lembra?
Cácia - Ah, casamento de mentirinha.. Nem valeu...
Anita – Mentirinha? A gente morou junto um ano!!!
Cácia - Sei.. eu é que nunca abandonei vocês..
Anita - Você nunca namorou...
Cácia - Hum.. Oxe, tá repreendido em nome do senhor!!! Homem nenhum presta..
Anita - Meu Marcelo presta.
Cácia - Presta tanto que não é mais seu.
Anita - É sim, divido ele muito bem com Rosana.. Pena que ela não aceitaria se soubesse... Ai, ai, se ela quisesse ser dividida também.. Eu sei que ela me dá mole..
Cácia - Hum, a menina é crente Anita!
Anita - E daí? Eu também sou..
Cácia - Crente do cu quente..
Anita - Também.. Mas crente é aquele que crê e eu creio..
Cácia - Crê em quê sua bastarda?
Anita - No amor, na liberdade.. Também sou crente..
Cácia - Falar com você é até pecado viu..
Anita - Oras o pecado é uma coisa boa... Não entendo essas pessoas que ficam se martirizando... Se não fosse pra pecar, não existira arrependimento e perdão.. Ah, se esse tal de deus existe mesmo ele deve ser é um grande pederasta.
Cácia - Menina!! Misericórdia senhor! Que isso!!! Não fale assim de deus..
Anita - Ah, falo sim, se ele não gostar que me mande um raio partir a cabeça.. Pe-de-ras-ta. Pronto!
Cácia - Você é doida.
Anita - E aí, é goiaba ou arará?
Cácia - E eu lá sei...

II

Lola - Cheguei!!!
Cácia - Já era hora né...
Lola - É que Dan tava com febre gente.
Anita - Ai, e como ele tá, melhorou? O que aconteceu com meu sobrinho lindo?
Lola - Melhorou, teve nada não, é só o dente nascendo... Agora tá na casa do pai. E vocês, falavam de que?
Cácia - Putaria, como sempre..
Anita - Êpa, eu tava falando de goiaba.
Lola - De que?
Anita - Diz aí Lola, é goiaba ou araçá?
Lola - Eu acho que é araçá.. goiaba é maior...
Cácia - Essas aqui também seriam se a gente não arrancasse antes de maturar..
Anita - Tá dêvez..
Cácia - Ta é verde.
Anita - Iiiiiii, Cácia é toda, toda..
Cácia - Toda o que?
Anita- Toda chata..
Cácia - Chata aqui é você.. Toda metidinha a escritora.. Toda metidinha a jornalista..
Lola - Toda metidinha, enfim.. hahahahahahahahahaha
Anita - Aí, vocês mesmas gostam da putaria..
Cácia - E quem disse o contrário?
Cácia - Lola lembra quando a gente ficava lá no quartinho da sua casa nuas se apalpando?
Lola - Ixe, si lembro.. que perigo que a gente corria com essa tarada aí pegando na gente..
Anita - Ah, eu já disse..
Cácia - Sei, sabemos, pra gente não sobe... E se subisse era problema seu, meu negócio é H-O-M-E-M.
Lola - Ah, que besteira.. Será que tem a ver com o teu pinguelo Ani?
Anita - Como assim?
Lola - Vixe, teu pinguelo é grande pra caralho.. daqui a pouco é um pênis enrustido..
Todas - hahahahahahahahahahahahahahahaha....
Lola - Olha lá o guarda, vamos indo antes que ele venha procurar frete..
Anita - Deixa.
Cácia - Descarada.
Lola - Cachorra..
Anita - Cachorra é a puta que te pariu!
Lola - Então viemos todas de putas cachorras..
Cácia - Oxe, minha mãe é virgem!!
Lola - Do ouvido... hahahahaha..
Anita - Nada, o ouvido ela deu essa semana.. Contou-me..
Lola - E aí, vamos arrancar manga?
Cácia - Você tá de saia “Gabriela”..
Anita - Prefiro Dona Flor. E de saia é bom que dá pra abrir mais as pernas..
Cácia - De abrir as pernas você entende muitíssimo bem...
Lola - Eu detesto Jorge Amado!
Anita - Você detesta tudo, só gosta de trepar e pagode... Só quer saber do “vem neném”.
Lola - Tem coisa melhor?
Cácia – Mas agora a onda é “só as cabecinhas”, hahahahahaha
Anita - Eu tiraria o pagode..
Lola – vai dizer que você não gosta da putaria...
Anita - Não tão explicita... Não precisa ser assim tão... aberto. É de muito mal gosto...
Lola – Trepa feito uma doida e não gosta de pagode.. você é toda ao contrário...
Anita – Trepar é bom.. pagode não!
Cácia - Então viva as trepadas!!!
Todas - Viva!!!
Anita - Vamo chupar manga...


alguns nomes foram mudados para preservar a identidade de moças muito direitas   (ou não)




8 comentários:

Valter disse...

Biazuuuuuudaaaaaa.. vc é a Anita que eu sei.

Dil Santos disse...

Oi Bia, tudo bem ctg?
kkkkkkkkkkkkkkkk
Menina adorei, me acabei de rir com o diálogo, rsrs.
Aracá adoro, aqui tinha um pé, era tão bom, rsrs
saudade, rsrs
Eu adoraria saber o que aconteceria, rs

Bjo
:)

Marcelo Mayer disse...

é como mixerica e bergamota
samba e pagode
rock ou ie-ie-ie
hahahaha
muito bom seu diálogo!

Carlos Medeiros disse...

A coisa aqui esquenta mesmo.

Bia Monteiro disse...

Oiiii Xará...
Que diálogo é esse, hein...
Vc é msm fogoooo...
Adoreiiii... dei trelas aki...rs
Bjoooo
E boa semaninhaa!
=D

Clark disse...

thanks pela dica. vou seguir seu conselho.

e ó.. chupa msm. rs.

Alan Félix disse...

Lola é a personagem que eu conheço.
É em fatos reais, muito real!

rsrs

Luis disse...

vc é Anita com certezaaaaaa